Como é voar na Air Serbia, principal companhia aérea da Sérvia

289

Hoje selecionamos uma avaliação da Air Serbia realizada pelo nosso leitor Arthur Leão, e que embora não seja muito conhecida por nós, brasileiros, é a maior companhia aérea da Sérvia. A Air Serbia opera em mais de 30 destinos na Europa e alguns destinos na Austrália, Ásia e Américas, em parceria com outras companhias aéreas, como a Etihad, por exemplo. Em seu relato, o Arthur nos conta como foi toda a sua experiência de voo com a companhia aérea da Sérvia, desde o momento da emissão dos bilhetes até a chegada em seu destino final. Boa leitura!

Eu e mais um amigo planejamos ir a um dos maiores festivais de música eletrônica da Europa e do mundo, chamado Tomorrowland. Como o festival tem duração de apenas três dias, não valeria a pena gastarmos uma passagem de ida e volta apenas para isso. Como o festival ocorre na Bélgica, iniciamos nossa viagem por lá e, depois do festival, seguimos viagem para o Leste Europeu. A princípio, os países que estavam em nosso roteiro eram Polônia, Eslováquia, Hungria e Romênia.

No entanto, ao pesquisar sobre os trens que faziam o trajeto Budapeste – Bucareste (capital da Romênia), percebemos que teríamos que ficar mais de 14 horas viajando. Além do longo tempo de viagem, não tínhamos a certeza de que o trem teria ar-condicionado, e quem conhece o verão Europeu sabe o quão quente é alguns países.

Sendo assim, pesquisamos diversas combinações de voos e encontramos uma saída: faríamos Budapeste-Belgrado (capital da Sérvia), passaríamos dois dias na cidade e, depois, pegaríamos outro avião para Bucareste.

A primeira coisa a fazer foi descobrir se a Sérvia exigia vistos para brasileiros. Para nossa sorte, no passado era exigido, mas agora não mais. Durante nossas buscas, o preço mais baixo foi a Air Serbia, a maior companhia aérea daquele país, da qual nunca tínhamos ouvido falar.

Fiz uma rápida pesquisa e descobri que ambos os voos seriam feitos com ATR-72, ou seja, um avião pequeno e que não era a jato. Sei que algumas companhias no Brasil utilizam esse tipo de aeronave e nunca ouvi nenhum comentário negativo. Nós, como qualquer bom viajante, decidimos enfrentar mais essa aventura e descobrir tudo por experiência própria.

Emitimos os bilhetes com um mês de antecedência pelo próprio site da companhia e os dois voos custaram cerca de 165 euros por pessoa.

 Check-in

O check-in foi realizado no aeroporto de Budapeste, na Hungria. Como o avião era pequeno e havia apenas esse voo por dia da Air Serbia, a fila também foi bastante rápida e com poucos passageiros para embarcar.

Importante salientar que a Sérvia não faz parte da União Européia. Dessa forma, o passaporte é carimbado tanto no aeroporto de saída (Budapeste) quanto em Belgrado, cidade de destino. O mesmo ocorreu quando saímos de Belgrado e fomos para a Romênia, que faz parte da União Européia. Ou seja, só nesse espaço de tempo nosso passaporte foi carimbado 4 vezes.

O check-in rumo a Bucareste, por sua vez, também foi tranquilo no aeroporto de Belgrado, sem maiores problemas.

avaliacao-airserbia-aeronave

Voos

Como comentei anteriormente, tanto o voo de Budapeste – Belgrado quanto o voo de Belgrado – Bucareste foram feitos com aeronaves ATR 72 (um pouco antigas), e duraram cerca de uma hora cada.

 O embarque é remoto e a escada do avião possui apenas seis degraus, contando o próprio avião. Confesso que fiquei com um pouco de receio, uma vez que a aeronave é muito pequena e a companhia era, até então, desconhecida. No entanto, em alguns minutos esse medo passou.

avaliacao-airserbia-embarque

Os comissários são bastante simpáticos e chegam a perder um tempinho conversando com os passageiros. Inclusive, alguns se surpreendem positivamente quando descobrem que não estamos utilizando a companhia apenas para conexão, mas sim ficaríamos em Belgrado por um tempo.

Não existe nenhum tipo de entretenimento a bordo (aliás, nem estava esperando por isso), mas eles servem bebidas padrão (água, sucos e refrigerantes) e alguns snacks. Ponto para a Air Serbia, uma vez que os voos eram bem curtos.

avaliacao-airserbia-snacks

 A distância entre as poltronas segue o padrão internacional para viagens curtas, sem grandes variações.

avaliacao-airserbia-poltrona

Os únicos pontos negativos foram que o avião é extremamente barulhento (sei que isso não é culpa da companhia, mas do próprio modelo de aeronave) e, no voo de Belgrado para Bucareste, quando ficamos na primeira fileira, não havia nenhuma mesa. Normalmente, as primeiras fileiras possuem mesas embutidas e desdobráveis nas poltronas, mas nesse caso não havia nem isso. Achei bastante desconfortável.

Aeroportos

O aeroporto de Budapeste é de tamanho médio, e o mesmo se aplica aos aeroportos de Belgrado e de Bucareste. O mais interessante foi que, tanto na chegada na Sérvia quanto voltando à União Europeia pela Romênia, a imigração não nos perguntou absolutamente nada! Simplesmente carimbaram o passaporte.

Outra curiosidade foi quando estávamos fazendo o check-in para irmos a Bucareste. A atendente da companhia, depois de procurar no meu passaporte, perguntou onde estava meu visto. Quando eu disse que eu não precisava, ela respondeu que não sabia. Acredito que ainda sejam poucos os brasileiros a viajar para a Sérvia.

 Conclusão

 A Air Serbia é uma companhia bastante satisfatória. Não tenho nenhum grande elogio ou grande crítica a fazer, todas as minhas impressões foram deixadas acima.Voaria novamente com eles, mesmo que tenha que utilizar Belgrado apenas como conexão a algum outro destino.


NO COMMENTS

LEAVE A REPLY