Polo Aquático – orgulho nacional vindo das piscinas

719

“O polo aquático não é o esporte mais popular. Para alguns ou para muitos não é nem um esporte interessante. No entanto, esse esporte nos trouxe grandes alegrias.” – MONDO

Ontem (27) foi um dia de festa na Sérvia. Além de ter sido dia de São Sava, fundador da Igreja Ortodoxa Sérvia, foi um dia em que mais uma vez o povo sérvio sentiu aquela vontade incontrolável de beijar a bandeira, erguer os três dedos e gritar para o mundo, mostrando o orgulho de uma pequena nação que tem um grande coração e talento nato para os esportes. Foram três vitórias em semifinais: primeiro, a do tenista nº 1 do mundo, Novak Đoković, sobre o inglês Andy Murray após incríveis 4 horas e 50 minutos de jogo no Australia Open; segundo, da seleção de polo aquático, no Campeonato Europeu, contra a atual campeã mundial, Itália; por último, da seleção de handebol contra a Croácia, se classificando pela primeira vez na história para uma final do Europeu masculino. Hoje, o Bem-vindo à Sérvia apresenta um artigo sobre um esporte muito pouco usual no Brasil, mas que, como diz a citação no início do artigo, significa muito para a nação sérvia: o polo aquático.

Para início de conversa, a seleção de polo aquático sérvia, conhecida como “Delfini” (golfinhos) é a mais bem sucedida em campeonatos mundiais e está entre as líderes do ranking do esporte em outros campeonatos. Dentre outros títulos, foi três vezes campeã olímpica, quatro vezes campeã da Copa do Mundo de Polo Aquático, do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos e do Campeonato Europeu e seis vezes campeã da Liga Mundial. O Comitê Olímpico da Iugoslávia (hoje inexistente) e o Comitê Olímpico da Sérvia declararam a seleção de polo aquático a melhor seleção masculina de esportes por nove anos, sendo a primeira vez em 2001, depois sete anos seguidos de 2003 a 2009 e, por fim, em 2011.

Com a vitória de ontem, o próximo oponente é o time de Montenegro, que disputará a medalha de ouro com os Delfini no domingo (29). Não será nada fácil, pois países balcânicos, principalmente Sérvia, Montenegro, Croácia e Hungria têm excelentes times de polo aquático. A seleção sérvia do capitão Vanja  Udovičić conta com grandes nomes, como o goleiro Slobodan Soro e o atacante Andrija Prlainović, que por incrível que pareça jogou no time do Fluminense, no Rio de Janeiro, ajudando-o a ganhar o seu 5º título no Campeonato Brasileiro de Polo Aquático. Na história do time, entre outros nomes, se destacam Dejan Savić e Aleksandar Šapić – o primeiro, jogador que jogou mais partidas na seleção (444); o segundo, jogador que mais marcou gols pela seleção (981).

A excelência no esporte caminha lado a lado com a preocupação com a comunidade. No dia 25 de dezembro de 2011, a seleção de polo aquático participou da ação humanitária “Bitka za bebe” (Batalha pelos bebês), jogando um amistoso com o time da Faculdade de Ciências Organizacionais de Belgrado. Também participaram o Novak Đoković, jogadores de futebol e basquete do Estrela Vermelha e outros esportistas. Todo o dinheiro arrecadado foi utilizado para comprar um encubadora.

Na Sérvia, o esporte é altamente valorizado, sendo os atletas considerados verdadeiros embaixadores do país. Tanto em dias de vitórias memoráveis quanto em dias de medalhas de bronze o país inteiro comemora e se sente orgulhoso, pois, apesar de todas as adversidades, ainda conseguem dar bastante trabalho para os adversários em eventos esportivos. Ao retornarem, os jogadores geralmente vão para a varanda do prédio do Parlamento, onde são ovacionados pela multidão e percebem que todo o esforço valeu a pena. Pelo visto, se todos continuarem nesse ritmo nas finais de domingo, terão que reservar espaço extra na varanda do Parlamento para o Nole, a equipe de handebol e a equipe de polo aquático celebrarem juntos a conquista tripla da medalha de ouro!

Clique aqui para assistir um vídeo do grupo Beogradski Sindikat de uma música chamada “Mi smo ta ekipa” (Nós somos aquela equipe), inspirada na equipe de polo aquático. O refrão diz:

“O sol brilha como ouro / todos atacando com coragem / saiba que em Belgrado / hoje é dia de vitória”

Tako se igra, Srbijo!

Artigo originalmente publicado no Blog Bem-vindo à Sérvia em 28/01/2012.


NO COMMENTS

LEAVE A REPLY