Quem são os sérvio-brasileiros?

686

A maioria dos brasileiros desconhece completamente a Sérvia – isso é um fato. Ideias erradas sobre uma história repleta de conflitos dominam os pensamentos daqueles que pouco sabem sobre o país. Mas, se você procurar bem, vai encontrar Brasil afora uma quantidade generosa de pessoas dispostas a mudar essa realidade: os sérvio-brasileiros (também conhecidos como serbófilas). Afinal de contas, quem são eles?

Os sérvio-brasileiros são, basicamente, brasileiros apaixonados pela Sérvia. São pessoas inteligentes e curiosas que romperam o senso comum, viajaram  para um lugar que muitos acham que é uma zona de guerra e descobriram lá um grande tesouro que carregam dentro de si onde quer que estejam.

As razões das viagens à Sérvia são muitas – cada um tem sua própria história. Alguns foram para lá por amor, outros por curiosidade, outros por trabalho ou estudo… Muitos nem sabiam o que esperar desta aventura. Mas o que conta é que, no final, todos fomos surpreendidos e tivemos nossas vidas totalmente mudadas para sempre.

Conversar com um sérvio-brasileiro sobre a Sérvia pode ser um desafio. Qualquer sinal de ignorância pode tirá-lo do sério ou fazer com que ele perca a vontade de se dar o trabalho de responder sua pergunta. E se a pergunta for: “Mas o que tem pra fazer na Sérvia?” ou “O que tem de bom na Sérvia?” – é aí que os serbófilos ficam de mãos atadas, porque “o bom da Sérvia” é algo indescritível. Não é como em Paris, onde basta você citar a Torre Eiffel ou o Museu do Louvre… Não é como em Nova Iorque, onde basta você citar a Times Square ou a Estátua da Liberdade… Belgrado e outras cidades sérvias têm sim inúmeros atrativos turísticos a serem citados, mas estes têm efeito somente naqueles que têm algum conhecimento sobre a localidade.

De qualquer forma, nós que já estivemos lá sabemos que o melhor da Sérvia não pode ser resumido em meros pontos turísticos. É o conjunto da simplicidade e hospitalidade do povo, da sensação de liberdade ao andar pelas ruas da cidade a qualquer hora sem se sentir ameaçado, da boa música, da boa comida, da história e da beleza natural do lugar que faz da Sérvia um lugar mágico e inexplicável… Só quem conhece sabe. Este é um sentimento compartilhado por todos os sérvio-brasileiros. Pode-se dizer que “Šta se dešava u Srbiji ostaje u Srbiji” (o que acontece na Sérvia fica na Sérvia)! Uma coisa que todos nós notamos é que é muito difícil encontrar um brasileiro que tenha ido pra lá e não tenha sentido vontade de ficar ou de já planejar a próxima visita logo, completamente contaminado pela tal mágica de Belgrado. Basta uma viagem.

Não pense você, no entanto, que sérvios-brasileiros são pessoas fechadas, que ignoram a existência de outros países – muito pelo contrário! A maioria já visitou tudo quanto é país e acaba indo para a Sérvia porque sente uma atração inexplicável! Vale lembrar que, apesar de terem a Sérvia como ponto de refrência, adoram viajar por todos os países dos bálcãs sem preconceito, pois sabem que a conturbação que houve entre as repúblicas da ex-iugoslávia foi influenciada por interesses de outros países e que, hoje, a intolerância étnica não tem cabimento.

Sérvios amam os serbófilos! Apesar de não entenderem por que trocamos o Brasil (país que idolatram) pelo país deles, ficam super felizes ao conhecer brasileiros esforçados, que estudam a história do povo deles, que querem aprender a cultura deles e até mesmo se aventuram a aprender o idioma. Por isso, somos todos muito bem recebidos e nos sentimos em casa quando estamos por lá! Inclusive, fazemos o melhor que podemos para receber viajantes da ex-Iugoslávia da melhor forma possível nestas terra brasileiras também.

Sérvios-brasileiros estão em todas as regiões do Brasil e da Sérvia, mas, devido à dimensão continental do Brasil, alguns deles só conseguem se encontar quando estão na Sérvia! Nos meses de julho e agosto deste ano, boa parte desse pessoal estará por lá (alguns pela primeira vez) e tenho certeza que não vão querer outra vida!

Enquanto o dia da viagem não chega, o jeito é trazer a Sérvia pra cá. No Rio de Janeiro, muitos eventos aconteceram nas últimas semanas: tivemos um “não-bloco” de Carnaval da Go East Orkestar, um churrasco para toda a comunidade ex-iugoslava organizado pelo sérvio Miša Bujko na praia de Copacabana, a melhor festa Go East de todos os tempos (com presença em massa de sérvios) e alguns mini-encontros de sérvios e serbófilos com direito a rakijaburek e ajvar.

Muitos dos sérvios-brasileiros participam ativamente da promoção da união entre Sérvia e Brasil em blogs e redes sociais. Se você for um serbófilo e estiver perdido por aí (principalmente se ainda estiver achando que é o único “louco” interessado na Sérvia), não hesite em entrar em contato conosco, pois adoramos conhecer gente nova e ouvir novas histórias!

Pra finalizar, fica aí um vídeo gravado na última festa Go East, pra vocês sentirem um gostinho da Sérvia… no Rio de Janeiro! Clique no link: Go East 03-03-12

Pozdrav!

Artigo originalmente publicado no Blog Bem-vindo à Sérvia em 11/03/2012.


NO COMMENTS

LEAVE A REPLY